Inditex renova imagem global da Zara Home

A Zara Home passará por um processo de transformação rumo a um novo conceito de loja totalmente ecológica e de estilo minimalista. E fá-lo-á a partir de março, quando, se as restrições para combater a pandemia o permitirem, reabrirá a sua flagship na Plaza de Lugo, em A Coruña. Um espaço, atualmente em fase de remodelação, destinado a converter-se na referência mundial da marca especializada em decoração e têxtil-lar. 

O grupo liderado por Pablo Isla continua a polir o perfil da Zara Home. “A ideia para o futuro é considerar a Zara Home como uma quarta secção da Zara”, comentava o executivo em março de 2019, coincidindo com o anúncio da estratégia de integração do conceito da cadeia de decoração na sua irmã mais velha, a Zara. A ideia era criar sinergias entre os dois formatos, que desde o ano passado apresentam os seus resultados financeiros em conjunto, incorporando a categoria “Zara Home” em vários ponto de venda da Zara. Por sua vez, a marca de decoração continuou igualmente a atuar de forma independente, tanto através do seu site como das suas lojas próprias. A 31 de outubro de 2020, a Zara Home contava com 575 lojas, menos 21 do que 12 meses antes.
 
Desde então, o grupo optou por diversas iniciativas para impulsionar os negócios da cadeia. Desde o lançamento do seu serviço “Business”, para propor serviços de assessoria e produção de decoração às empresas, até ao lançamento de serviços de personalização, passando pela incorporação da funcionalidade “modo loja” na sua aplicação. Não obstante, o grande passo em frente da cadeia acontecerá através de uma aposta em torno do tradicional canal físico.

“O objetivo é oferecer uma nova experiência de compra onde o produto tenha o maior protagonismo num espaço próximo, a nossa casa, que é recriada com uma combinação de bem-estar e beleza estética”, explicou a Zara Home sobre a implementação do novo conceito, desenvolvido pela arquiteta da Elsa Urquijo e que visa permitir “um contacto mais direto com as coleções, complementado com dispositivos digitais que permitem aceder à oferta online da marca”. Assim, a flagship de A Coruña, com 1000 metros quadrados, apresentará a próxima coleção para a primavera/verão 2021 através dos seus espaços divididos como as divisões de uma casa.
 
Paralelamente, a inovação será também a protagonista da nova cara da Zara Home. A experiência de compra acontecerá num ambiente ecologicamente eficiente, com um sistema de climatização aperfeiçoado que regula a temperatura em função da ocupação e da luz solar, bem como um projeto de iluminação LED para reduzir o consumo. Segundo indicado pela Inditex, a loja utilizará 100% de energia renovável e incorporará o sistema ticketless como padrão. Por seu lado, o modelo integrado no qual o grupo galego aposta funcionará com a incorporação do “modo loja”, que permite que os clientes consultem o inventário da loja em tempo real a partir da aplicação para compra e recolha em 30 minutos, e com a presença de um ecrã interativo, destinado a disponibilizar informações aos clientes ou possibilitar a compra direta.

Fonte: FashionNetwork.com

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s