Nuno Portas recebe o título de Doutor Honoris Causa pelo ISCTE

Nuno Portas, Professor Catedrático Emérito da FAUP, recebe a 16 de dezembro de 2020 o título de Doutor Honoris Causa pelo ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa, no âmbito do 48.º aniversário da instituição.

Na cerimónia serão também distinguidos o historiador e político José Pacheco Pereira, antigo estudante da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, e o antigo ministro das Saúde e antigo presidente do Conselho Económico e Social António Correia de Campos. A cerimónia contará com a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

De acordo com as propostas dirigidas ao Conselho Científico do ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa cada um dos laureados é apontado como “personalidade portuguesa de mérito excecional, publicamente reconhecido nas respetivas áreas de atuação profissional, académica e política”.

“Nuno Portas marcou, de forma indelével, o debate sobre arquitectura, urbanismo e habitação nas suas dimensões estética, social e política em Portugal durante mais de cinco décadas. (…) O seu legado histórico e cultural é de interesse público, justificando a presente proposta de concessão do título de professor ‘honoris causa’ do ISCTE”, sublinha a universidade na proposta de atribuição do título de doutoramento.

Devido às restrições impostas pelo combate à pandemia da Covid-19, a cerimónia decorrerá com a presença de um número reduzido de autoridades académicas, e será transmitida online pelo Iscte.

Nuno Portas nasceu em 1934, em Vila Viçosa. Estudou arquitetura na Escola de Belas Artes de Lisboa e na Escola de Belas Artes do Porto, onde concluiu a licenciatura em 1959. Professor catedrático e Emérito da FAUP, durante o seu percurso docente presidiu ao Conselho Científico, criou o Centro de Estudos e lançou o Curso de Mestrado em Planeamento e Projeto do Ambiente Urbano.

Participou nos Governos Provisórios do pós 25 de abril, contexto em que fomentou a criação de cooperativas de habitação, gabinetes de apoio local (GAT), do Serviço de Apoio Ambulatório Local (SAAL) e desencadeou o processo conducente à adoção dos Planos Diretores Municipais.

Desde os finais dos anos 70 e paralelamente às suas atividades como docente, governante e arquiteto, Nuno Portas dedicou-se ao Urbanismo, no país e no estrangeiro.

Como arquiteto, colaborou com Nuno Teotónio Pereira, Pedro Botelho, Pedro Vieira de Almeida, A. Pinto de Freitas, Bartolomeu Cabral, M. Aragão, Camilo Cortesão, Mercês Vieira e José Luís Gomes.
Nuno Portas tem uma vasta obra publicada sobre sobre Teoria da Arquitectura, História Crítica da Arquitectura e Urbanismo Contemporâneos.

Recebeu inúmeras distinções, como os títulos de Doutor Honoris Causa pela Universidade de Aveiro e pelo Instituto Politécnico de Milão, a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique e o Prémio Sir Patrick Abercrombie de Urbanismo da União Internacional de Arquitetos.

Foto © Egídio Santos/U.PortoLINKShttps://sigarra.up.pt/faup/pt/noticias_geral.ver_noticia?p_nr=62422

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s