Arata Isozaki vence o Prémio Pritzker 2019

O Prémio Pritzker de 2019 foi atribuído ao arquitecto Arata Isozaki, anunciou a organização esta terça-feira. É o sexto arquitecto japonês a receber esta que é considerada a mais importante distinção no campo da arquitectura.

Considerado um visionário pelos seus pares, Isozaki sempre se enfrentou no seu trabalho como um arquiteto com um “profundo compromisso com a arte do espaço” e com uma “precisão e habilidade” demonstradas em “técnicas de construção, na interpretação da localização e do contexto e uma intencionalidade nos detalhes”, segundo a mesma fonte, cita agência noticiosa Efe.

Arata Isozaki “tem um profundo conhecimento da teoria e história da arquitetura e abraça a vanguarda. Não se limita a reproduzir o ‘status quo’, mas prossegue a sua demanda do sentido da arquitetura, o que se reflete nos seus edifícios, desafiando categorizações estilísticas, e estão em constante evolução e revelando sempre frescura na sua abordagem”, acrescenta o júri.

Nascido em Oita, na ilha japonesa de Kyushu, em 1931, Arata Isozaki assina projectos bem conhecidos como o do Estádio Olímpico de Barcelona (1992) ou do Museu de Arte Contemporânea de Los Angeles (1986), bem como o Palácio dos Desportos de Turim (Itália), a Sala de Concertos de Quioto (Japão) ou o Museu de Arte Moderna Gunma de Takasaki, no Japão (1978).

Todos os vencedores do Prémio Pritzker de Arquitetura

2018 – Balkrishna Doshi

2017 – Rafael Aranda, Carme Pigmen & Ramon Vilalta
2016 – Alejandro Aravena
2015 – Frei Otto
2014 – Shigeru Ban
2013 – Toyo Ito
2012 – Wang Shu
2011 – Eduardo Souto de Moura
2010 – Kazuyo Sejima e Ryue Nishizawa
2009 – Peter Zumthor
2008 – Jean Nouvel
2007 – Richard Rogers
2006 – Paulo Mendes da Rocha
2005 – Thom Mayne
2004 – Zaha Hadid
2003 – Jorn Utzon
2002 – Glenn Murcutt
2001 – Jacques Herzog e Pierre Meuron
2000 – Rem Koolhass
1999 – Norman Foster
1998 – Renzo Piano
1997 – Sverre Fehn
1996 – Rafael Moneo
1995 – Tadao Ando
1994 – Christian de Portzamparc
1993 – Fymihiko Maki
1992 – Álvaro Siza
1991 – Robert Venturi
1990 – Aldo Rossi
1989 – Frank Gehry
1988 – Gordon Bunshaft
1987 – Oscar Niemeyer
1987 – Kenzo Tange
1986 – Gottfried Böhm
1985 – Hans Hollein
1984 – Richard Meier
1983 – I. M. Pei
1982 – Kevin Roche
1981 – James Stirling
1980 – Luis Barragán
1979 – Philip Johnson

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s