Siza Vieira projeta edifício para a Póvoa de Varzim

A Casa das Associações e o Fórum Cultural Eça de Queirós vão ser projetados pelo arquiteto Siza Vieira.
A contratação do gabinete de um dos mais consagrados arquitetos portugueses foi aprovada ontem em Reunião de Câmara. O edifício vai nascer nas traseiras da Biblioteca Municipal Rocha Peixoto.

“Este é um projeto a que dou extrema importância. Termos um projeto com a assinatura de Siza Vieira é um facto de grande relevância para a Póvoa de Varzim”, afirmou o Presidente da Câmara Municipal, Aires Pereira.

Na Reunião de Câmara foi ainda aprovado o projeto relativo ao investimento na requalificação do espaço público do Bairro Matriz, um investimento de mais de dois milhões de euros. O autarca afirmou que a obra irá melhorar significativamente a qualidade de vida dos moradores do Bairro. Esta requalificação pretende conseguir dar mais vida ao mais antigo Bairro da cidade e Aires Pereira garante que vai ali nascer um “belíssimo espaço”. As obras vão decorrer durante um ano e meio uma vez que será realizada por fases de maneira a não perturbar o dia a dia dos residentes. Este investimento irá incluir a Rua da Igreja, a Rua do Cidral, a Rua 1º de Maio e demais ruas adjacentes.

O autor do projeto que tem acumulado vários prémios é um mestre da arquitetura: Siza Vieira aceitou desenhar o prédio que vai acolher instituições poveiras sem sede e diversas atividades culturais. O presidente da autarquia, Aires Pereira, confirma a escolha do arquiteto e assume que o traço de Siza Vieira é uma opção de risco, recordando a propósito o que sucedeu há uns anos em Vila do Conde quando desenhou a sede do BPI.

Aires Pereira, salienta que a vida autárquica tem de ser efetuada com arrojo. A mestria de Siza Vieira na Póvoa já é possível admirar na Casa Beires – na rua Dr. Alberto Pimentel – projetada em 1973 e conhecida nos meios da arte arquitetónica como “Casa bomba” por, de algum modo simular o efeito de uma explosão na aresta de um cubo. Mas também, ali perto, na rua Manuel Lopes, situa-se a casa Santos idealizada em 1968 e cuja fachada exterior despida esconde um interior com vistas largas.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s